top of page

seg., 29 de jan.

|

Online

De-formação Educativa - Um Letramento AntiCapacitista

Esta evento "De-formação Educativa" tem por objetivo aproximar educadores em geral, coletivos artísticos, espaços culturais, articuladores sociais, PcD's e representantes de empresas de um letramento anticapacitista.

O registro está fechado
Ver outros eventos
De-formação Educativa - Um Letramento AntiCapacitista
De-formação Educativa - Um Letramento AntiCapacitista

Horário e local

29 de jan. de 2024, 20:00 – 04 de mar. de 2024, 21:30

Online

Convidados

Sobre o evento

Objetivo:

  • Esta Ação "De-formação Educativa - Um Letramento AntiCapacitista" tem por objetivo trazer por meio do reconhecimento do modelo social das pessoas com deficiência uma aproximação dos conceitos do ativismo e da cultura "defiça", com quem quiser saber mais a respeito , afim de buscar e criar soluções para uma sociedade menos capacitista.
  • Buscamos ampliar o diálogo entre entre educadores em geral, artistas, coletivos artísticos, trabalhadores de espaços culturais,  articuladores sociais e representantes de empresas, dentro de uma perspectiva da educação não formal.
  • Se você é Pessoa com Deficiência e quer se aprofundar nos estudos da deficiência e nas articulações políticas em coletivos e organizações DE pessoas com deficiência.  Vem com a gente.
  • Se você não é Pessoa com Deficiência mas quer buscar uma aproximação, levar isso para a sua rede de contato e trabalho, e ser um pessoa aliada na luta anticapacitista, aqui a idéia é abrir espaço para diálogos que ampliem idéias e ações.
  • Se você se inconforma com ações de falta de acessibilidade e a normalização do capacitismo, vem trocar idéia.

Entender a história deste grupo social, aprender como acolher no nosso convívio social de modo equitativo e com autonomia dentro da ética do cuidado, romper com estigmas que impedem a sociedade como um todo de percebê-los como corpos e mentes capazes de produzir, refletir, se relacionar, desejar e contribuir para a sociedade, é o objetivo deste encontro.

Público Alvo:

  • Professores e Educadores em geral, representantes de empresas e R.H's, coletivos artísticos (teatro, dança, música, entre outros), espaços culturais, articuladores sociais e culturais e Pessoas com Deficiência.
  • 16 anos +

Sobre as Aulas:

  • Carga Horária: 10 horas 
  • 5 encontros de 2h cada (ONLINE)
  • Segundas feiras de 29/01/2024 + 05, 19 e 26/02/2024 (com pausa e desafio de carnaval) + 04/03/2024
  • Das 20h às 22h.
  • Emitimos Certificdo de Horas (caso precise).

Propomos online, pensando que um dos focos também é atender as Pessoas com Deficiência e questões de deslocamento, levando em consideração a mobilidade de pessoas com def. a noite pela cidade.

A proposta dos 5 encontros convida para um aprofundamento na história das pessoas com deficiência e como as ações do movimento reverberam hoje ressignificando conceitos e abrindo caminhos para uma sociedade menos capactista.

Por meio do encontro com referencias de educadores, artistas e comunicadores, vamos seguir pela história do movimento e refletir sobre os enfrentamentos sociais contemporâneos.

Romper com a normalização da ausência de referências de Pessoas com Deficiência, é abrir caminhos para a criação de espaços e tempos que conversem com as realidades sociais e atenta as questões de identidade como força de representatividade, para que todas as pessoas sintam -se mais pertencentes e acolhidas nas suas relações e espaços de trabalho e estudo.

Aulas:

  • Aula 1 | Compreensão dos modelos de entendimento das Pessoas com Deficiência.

 Conteúdo:

  1. Modelo médico de entendimento da pessoa com deficiência e eugenia no brasil
  2. Como eram e como são retratadas as pessoas com deficiência? O que isso gera?

Aula 2 | – Ética do cuidado

 Conteúdo:

  1. Tipos de barreiras
  2. Interseccionalidades
  3. Movimento social e disputa de narrativas

Aula 3 | Ancestralidade Def. 

 Conteúdo:

  1. Exercício - Quais corpas festejam ? onde está a ancestralidade Def.?
  2. Ancestralidade Def. fora do olhar hegemônico: Entre catimbós, histórias e mestres - Conversa com Juliana Costa

Aula 4 | Conceitos Ressignificados e Novas Perspectivas def.

 Conteúdo:

  1. Momento de perguntas e devolutivas
  2. Exercício - Referencias Defs.

Aula 5 | Encerramento

 Conteúdo:

  1. Devolutivas dos Exercícios
  2. Conversa Final

Orientadora / Educadora:

Desiree helissa Casale 

  • Ministrada pela pesquisadora, arte-educadora, autora do livro "Tá Todo Mundo Rindo?" e Diretora Artístico-Pedagógica do grupo "Comédia Sentada", Desiree Helissa Casale.
  • Desiree Helissa é uma mulher branca, cis,  que manca, dobra a pele ao sentar, puxa um fio de axé se precisar, borda plantas, corpas e suturas. 
  • Está há 12 anos trabalhando com arte e educação, na parte de cursos,  mediação e coordenação para educativos em diversas instituições culturais de SP. 
  • Sua pesquisa envolve: bordado, palavra, identidade, ancestralidade def.,  deslocamento e corpo. Integra os coletivos: Feminista Helen Keller de mulheres com Deficiência, Yoga Para todes Brasil idealizado pela ativista gorda Vanessa Joda. 
  • Realizou a coordenação do educativo da exposição Estamos aqui! no Sesc Pinheiros, o ciclo de curso Quem foi Anita Malfatti? pelo CPF SESC, a curadoria do projeto AcessArte do Espaço Cultural Cita; 
  • Foi articuladora da Área de Acessibilidade e Redes de Apoio do Programa Vocacional 2022 e integrou o projeto de leitura e oficina:  Mi eco Lendo e Bordando América Latina, no Sesc Guarulhos. 
  • Autora do Livro Tá todo mundo rindo? contemplado pelo PROAC, produzido junto de artistas com deficiência do elenco Comédia Sentada.  
  • Foi  educadora e consultora em acessibilidade na Casa de Cultura do Parque e Coordenadora de equipe Jaçanã tremembé, pelo Programa Vocacional 2023. 
  • Atualmente integra o Coletivo Feminista Helen Keller de mulheres com deficiência, a Yoga Para todes Brasil, idealizado pela ativista gorda Vanessa Joda,  e é educadora do espaço de tecnologia e artes no SESC-SP.

Orientadora / Educadora Convidada:

Juliana Costa

  • Juliana Costa, é graduanda em pedagogia pela UNIRIO, pesquisadora de cultura, educação popular e oralidade. A brincante Juliana Costa tece seu trabalho como contadora de histórias há 8 anos tendo como fundamento de base os causos contados pelo pai, paraibano e narrador de histórias tradicionais e por sua mãe brincante de Reisado cearense.
  • Como brincante da cultura popular passou pelo Sesc Rio e São Paulo, Festivais de contadores de histórias em diversas cidades do Rio, Aldeia Indigena Yvy Porã- SP, MAM Rio, MAR, CCBB, Museu do Pontal, Museu do Folclore (IPHAN), Teatro Popular de Niteroi, além de ter passado por cidades da Paraíba e interior de São Paulo.
  • Em 2020 apresentou o artigo A Fala e a Corporeidade do Contador de Histórias do Cotidiano" para o congresso ABRACE de pós graduação e pesquisa em artes cênicas, onde apresentou seu pai como mestre de tradição oral. Atuou em diversos editais municipais do Rio de Janeiro e teve dois contos premiados e publicados em livros em 2021, contos tradicionais de sua família.
  • Atualmente a artista popular mora em São Paulo, trabalha no PiÁ, produz mestres da cultura popular e realiza contações de histórias e oficinas do universo dos folguedos nordestinos.

Investimento:

São 4 opções de investimento:

* R$150,00 - Acesso as 5 datas do evento (Valor promo até 31/12 ou acabar o lote de ingressos promocionais)

* Esgotado

R$220,00 - Acesso as 5 datas do evento 

R$250,00 - Acesso as 5 datas do evento e você nos ajuda a acessibilizar este e outros cursos e conteúdos (libras)

Somos uma editora independente, que trabalha com autores e pesquisas de pautas e ideias marginais (que estão a margem da sociedade economicamente, ou socialmente por questões de raça, cor, sexo, religião, deficiência e opinião política). Estamos em movimento para acessibilizar nossos conteúdos e cursos. Este pacote é para você que quer e pode nos ajudar a acessibilizar (libras) nossos cursos e conteúdos. Neste curso, "De-formação Educativa: Um Letramento Anticapacistista", por hora, teremos legendas (meet). Para acessibilizar este curso (libras), o custo é de R$900,00. Você pode nos ajudar a acessibilozar o curso? Compre esse pacote!

R$300,00 - Acesso as 5 datas do evento + Pacote de artes da artista def Paloma Barbosa (@partes.art) contendo:  

2 Bottons, 1 cartela de adesivos, 3 Prints A5 e 1 caderno (Tamanho A5, sem pauta, com 72 páginas) 

Para qualquer um dos investimentos acima você irá receber:

  • Livro "Tá Todo Mundo Rindo?" (PDF)
  • PDF com Vídeos, Fotos, Links, Referências, Bibliografia e Textos apresentados pela mediadora.
  • Caso precise, certificado de horas.
  • Acesso ao grupo de discussão do evento (pelo site da editora)

O material propõe textos reflexivos, contextos históricos, ilustrações com protagonismo PcD, formando um material facilitador de acesso a um letramento anticapacitista. Um material que convida educadores, artistas, empresas e todos os interessados a uma conversa aproximadora da educação anticapacitista.

Bolsas:

  • A editora oferece 3 bolsas 100% gratuítas para: Uma Pessoa Trans ; Uma Pesssoa de Baixa renda; Uma Pessoa com Deficiência

Caso você se encaixe no perfil da bolsa, mas não conseguiu para essa turma, ATENÇÃO: Além do valor promocional dado para a primeira turma do curso (até 31/12 ou acabar o lote destes ingressos), você ainda ganha mais 10% (Totalizando 25% de desconto) caso optem por pagar o curso. 

Para solicitar sua bolsa ou desconto de 10%, encaminhe email para editoraquestione@gmail.com com o título do email: "Bolsa De-formação educativa". Você deverá informar seu nome completo, CPF, estado e cidade, se possuir Def.  Laudo (não precisa ser atualizado) ou CID. Para pessoas de baixa renda ou trans, enviaremos um formulário de declaração.

Formas de Pagamento / Parcelamento

3x Cartão (Sem Juros)

Pix

Boleto

Pag Seguro

Referêncais Utilizadas para construção e elaboração desta formação:

DELIGNY, Fernand. O aracniano e outros textos. Tradução Lara de Malimpesa. São. Paulo: 1 edições, 2015.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa.

43. ed., São Paulo: Paz e Terra, 2011.

JUDAR, Cristina; RABELO, Alexandre (org). A Resistencia dos Vagalumes. São

Paulo: Editora Nós, 2019.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17.São Paulo: Paz e Terra, 1987

LARROSA, Jorge. Linguagem e educação depois de Babel. São Paulo:

Autentica Editora, 2004

LAPPONI, Estela, Corpo Intruso: uma investigação cênica, visual e conceitual. São Paulo; Casa de Zuleika, 2023

MOMBAÇA, Jota. Não vão nos matar agora. São Paulo: Cobogó, 2021

MOMBAÇA, Jota. Rumo a uma redistribuição desobediente de gênero e anticolonial da violência! São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 2016

PARMEGGIANI, Roberto. Desabilidade. São Paulo: Editora Nós, 2018.

Ribeiro, Djamila. O que é lugar de fala. Belo Horizonte, 2017

SASSAKI, Romeu Kazumi. "Pessoas com deficiência e os desafios da inclusão", em

Revista Nacional de Reabilitação, 30/09/2004.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Nada sobre nós, sem nós: Da integração à inclusão – Parte 2. São Paulo. Revista Nacional de Reabilitação, ano X, n. 58. 2007

SOMERA, Nicole. O artista com Deficiência no Brasil. 1 ed- Curitiba: Appris, 2019.

Este evento tem um grupo. Você pode se juntar a ele assim que se registrar no evento.
2 atualizações no grupo

Ingressos

  • Promocional 15% OFF

    Esgotado

    Vendas encerradas
    • R$ 150,00
      Taxa de serviço de R$ 3,75
  • De-formação Educativa

    "De-formação Educativa" tem por objetivo aproximar coletivos artísticos, espaços culturais, educadores em geral, articuladores sociais e representantes de empresas de um letramento anticapacitista.

    Vendas encerradas
    • R$ 220,00
      Taxa de serviço de R$ 5,50

Total

R$ 0,00

Compartilhe esse evento

bottom of page